WEB

BUSCA NO SITE

Edição Atual Edições Anteriores Adicione aos Favoritos Defina como página inicial

Indique para um amigo


O Evangelho com
busca aleatória

Biblioteca Virtual
 
Biografias
 
Filmes
Livros Espíritas em Português Libros Espíritas en Español  Spiritist Books in English    
Mensagens na voz
de Chico Xavier
Programação da
TV Espírita on-line
Rádio Espírita
On-line
Jornal
O Imortal
Estudos
Espíritas
Vocabulário
Espírita
Efemérides
do Espiritismo
Esperanto
sem mestre
Links de sites
Espíritas
Esclareça
suas dúvidas
Quem somos
Fale Conosco

 

Biblioteca Virtual

Para visualização da maioria dos livros é necessário o aplicativo Adobe Acrobat Reader. Caso não tenha, faça o download gratuito no link ao lado. Clique para baixar o programa
Em cumprimento a Lei 9.610 de 19/02/98 sobre direitos autorais, alguns dos livros são oferecidos para uso exclusivo de deficientes visuais. Contamos com sua compreensão e respeito.


 
 

Chico Xavier - Coleção Completa
Obras do nº 161 ao 17
0


CORAÇÃO E VIDA

Espírito: Maria Dolores
Livro - 161 / Ano - 1978 / Editora - IDEAL

 

Leitor Amigo
Ajustando o coração, qual se fora um violino de luz incrustado à própria vida, Maria Dolores nos endereça este livro.
Vibrante de fé e elevação, a irmã que se dedicou a traduzir observações e vivências em melodias do sentimento revela-nos a compreensão e a grandeza, que lhe assinalam as manifestações, e, cada página deste volume que mais se assemelha a um concerto da verdade em música de ternura e paz, amor e esperança.
Dispensando apresentações que lhe estacam os méritos – ela que já possui toda uma nobre e extensa legião de amigos e admiradores a lhe acompanharem, na Terra, o brilho da ascensão espiritual – nos entrega a própria a alma neste livro, convertido em escrínio de bênçãos.
Imaginemo-nos, desses modos, instalados, ante a ribata da vida e ouçamos, através da leitura, o concerto de júbilo e renovação, beleza e encantamento que Maria Dolores, tangendo o próprio coração, nos oferece por festa de luz, em nome do Senhor.

Emmanuel 
(Uberaba, 18 de abril de 1978)


CARIDADE
Espírito: Diversos
Livro - 162 / Ano - 1978 / Editora - IDE

Comentávamos a beneficência, em reunião de companheiros, encarnados e desencarnados, quando alguém considerou que a palavra "caridade", por excessivamente repetida, talvez estivesse perdendo a significação e a importância.
Entretanto, aduzimos: "estaria o Sol diminuindo em grandeza, por mostrar-se diariamente, de hemisfério a hemisfério? que palavra diferente inventaríamos para a luz, unicamente porque seja ela um prodígio infinitamente rearticulado para os nossos olhos"?
Irmãos presentes observaram com gentileza: "não será justo que os amigos da Espiritualidade venham a fixar o valor perene da caridade num livro simples que lhe receba o nome"?
Aceitamos a lembrança-convite e, através do tempo, colecionamos, - alguns companheiros e nós, - as páginas que se nos fizeram possíveis em derredor do assunto.
E aqui temos o volume planeado pelos dedicados irmãos que no-lo recordaram para marco de respeito e consideração para com a palavra-legenda que nos expressa o amor ao próximo.
Caridade!... - Haverá outra expressão mais nobre para designar o laço de íntima união entre nós, à frente do Criador?
Homenageando-a por chama da própria Vida Espiritual, interligando-nos os corações perante Deus, entregamos a ti, leitor amigo, este volume despretensioso, em que nos reunimos aos companheiros reencarnados para salientar os valores do sentimento que nos irmana, infundindo-nos esperança e coragem, no trabalho de nossa elevação mútua.
Que este livro do coração possa induzir-nos à prática do bem e à certeza de que todos necessitamos uns dos outros, nos caminhos para o Mais Alto, são os nossos votos, rogando, de nossa parte, aos Mensageiros do Bem Eterno, a todos nos inspirem e abençoem, a fim de que venhamos a reconhecer na Caridade o traço de luz imperecível que todos nos integrará, um dia, com o Próximo e com Deus.

Emmanuel 
(Uberaba, 14 de junho de 1978)


ASSIM VENCERÁS
Espírito: Emmanuel
Livro - 163 / Ano - 1978 / Editora -
IDEAL

Leitor Amigo
Companheiros muitos lembram-nos a oportunidade de se tentar um resumo dos princípios de Jesus, na Doutrina Espírita, em cuja aplicação se possa vencer nas dificuldades do cotidiano.
Um conjunto de páginas simples, destinadas à reflexão rápida em minutos disponíveis no intercurso das tarefas em que se encontrem.
Dialogas minimizado, através do estudo, na trilha das horas: meditações ligeiras, entrem a própria residência e o campo das atividades profissionais; jornadas diminutas do pensamento em pequenos trechos de tempo para recreação; excursões mentais, por vezes curtas e raras, nos dias de lazer; paradas estreitas para novas idéias entre as obrigações domésticas de caráter imediato; escaladas do sentimento à Vida Superior, nos instantes dedicados à prece.
Dessas considerações, nasceu este livro.
Longe de nós, leitor amigo, a pretensão de pontificar.
Aqui comparecemos tão –só na condição do companheiro de trabalhar e de experiência.
Se nos concedes a honrosa atenção, na permuta de idéias, conversemos netas páginas, quanto às aspirações e propósitos que nos animam, agradecendo ao Cristo de Deus o ensejo que se nos faculta, de modo a que possamos trocar apontamentos e adquirir contatos mais amplos com realidades do Espírito, a fim de aprimorar-nos para melhor servir.

Emmanuel 
(Uberaba, 26 de junho de 1978)


FALOU E DISSE
Espírito: Augusto Cezar Netto
Livro - 164 / Ano - 1978 / Editora - GEEM

Estas são páginas surgidas na elevação e na alegria de um jovem amigo, recentemente desencarnado.
Empenhando-se no auxílio aos companheiros da Terra, o autor se utiliza quase de um idioma próprio, formado pela comunidade juvenil na Língua Portuguesa.
Entretanto, por mais novas ou arrojadas as suas criações fraseológicas, ele não desfigura a grandeza do Cristo e nem trai o sentido das leis morais que nos governam.
Poema de espiritualidade e de luz, convidando os amigos da Terra os mais altos níveis de pensamento e de ação, cabe-nos o reconforto de entregá-lo aos teus próprios raciocínios, a fim de que se lhe avalie a originalidade e a grandeza de sentimento, restando-nos somente a satisfação de acrescentar, na curiosa terminologia que lhe é própria: - Augusto falou e disse.

Emmanuel
(Uberaba, 27 de setembro de 1978)


SOMENTE AMOR
Espírito: Maria Dolores / Meimei
Livro - 165 / Ano - 1978 / Editora - IDEAL

Enquanto o progresso se amplia, povoando o mundo de máquinas e arranha-céus, facilidades de ordem material e teorias experimentais de libertação, é justo recordar o imperativo dos valores da alma, sem os quais a paz e a felicidade, a confiança na vida e a segurança interior desapareciam no nascedouro.
Ante as nossas afirmativas, é provável se questione: - "o avanço tecnológico será, então, uma calamidade a evitar?"
Respondemos, naturalmente, que de modo algum.
A evolução é irreversível.
O progresso é realizado para o homem. O homem, no entanto, não é artigo no mercado de consumo.
O ser humano é, acima de tudo, espírito imperecível e luz da razão no combustível da inteligência, raciocínio e sentimento conjugados.
Cérebros geniais, devotados ao brilho externo da civilização se empenham a criar vantagens e troféus para a existência física, em trabalho competitivo dos mais nobres, de vez que se acha alicerçado em propósitos do bem geral.
Entretanto, encontramos igualmente corações sublimados na compreensão, consagrados a cultivar luzes e bênçãos para a Vida Espiritual, em serviço de abnegação dos mais altos, porquanto se encontra baseado na exaltação do amor que é Presença de Deus, nos fundamentos do Universo.
Situadas nas faixas do entendimento e da bondade, Meimei e Maria Dolores, emissárias de paz e solidariedade humana, nos oferecem este livro. Mensagem de união e tolerância, esperança e alegria.
Agradecemos-te, leitor amigo, a atenção com que nos partilhas o prazer de assimilar o conteúdo destas páginas nutrientes e edificantes em que ambas as autoras se esmeram em nos trazer somente amor.
E, ao mesmo tempo em que externamos a nossa gratidão às duas missionárias do bem, cujos corações palpitam em todos os tópicos deste livro de iluminação íntima, rogamos ao Senhor, como sempre, as inspire e abençoe.

Emmanuel
(Uberaba, 4 de outubro de 1978)


INSPIRAÇÃO
Espírito: Emmanuel
Livro - 166 / Ano - 1978 / Editora - GEEM

Ante a Vida
Tempos difíceis geram indagações complexas.
E tantas são as perguntas dos companheiros transitoriamente domiciliados no Plano Físico, que organizamos o presente livro no intuito de alinhar as respostas possíveis.
Indubitavelmente, os nossos apontamentos não se vinculam a qualquer pretensão de infalibidade, portanto somos tão-somente, aquém da experiência humana, os amigos que atravessaram o fenômeno da desencarnação, dialogando com os irmãos da jornada evolutiva.
Sentimo-nos, porém, à vontade para dizer nestas páginas que somos herdeiros de nós mesmos, no inventário dos atos e fatos pelos quais nos responsabilizamos nos trilhas da própria vida - vida una e imortal - que se nos apresenta na série das existências numerosas de que somos estagiários no Plano Físico e no Plano Espiritual, interligados nos diversos climas vibratórios da Terra mesmo.
Este volume, por isso, é apenas um repositório de nossos informes amigos, tentando explicar aos companheiros das realizações terrestres que, apesar de quaisquer dúvidas da inteligência do mundo, propriamente material, a vida continua além da morte; que trazemos em nós e conosco a bagagem do que somos e fizemos, detendo a possibilidade de renovar-nos e melhorar-nos constantemente, sob a tutela do Cristo, a Mensageiro Maior dos princípios de elevação que nos regem.
Aqui, no recanto simples em que se nos desenvolve a conversação, aos que nos possam ouvir, reasseveramos que os embates e conflitos em que se nos mergulha o espírito, nas águas profundas da reencarnação, constituem o cadinho em que aprimoramos sentimentos e raciocínios para a vida imperecível; que nos reencontramos no mundo com a finalidade de acender no próprio coração a luz do amor com que extinguiremos qualquer sombra da separação de uns para com os outros; que não atingiremos o burilamento interior sem lágrimas e que tão-só na aplicação real dos ensinamentos de Jesus, é que nos habilitaremos para a conquista da paz e da felicidade a que aspiramos na amplidão do Universo.
Examinemo-nos juntos e juntos anotemos as lições da vida e, desse modo, leitor amigo, seguiremos na senda do trabalho e da esperança, com as bênçãos de Deus para as supremas aquisições da Vida Maior.

Emmanuel
(Uberaba, 3 de outubro de 1978)


TEMPO DE LUZ
Espírito: Diversos
Livro - 167 / Ano - 1979 / Editora -
FMG

Geralmente, todos temos, na Terra ou no Mais Além, certas quotas de tempo específico.
Tempo de lições.
Tempo de mais atividade.
Tempo de repouso.
Tempo de meditação
Tempo de provas.
O próprio Salomão já dizia: - “Tudo tem o seu tempo determinado e há tempo para todo propósito debaixo do Céu”.
Acompanhando diversas das reuniões públicas da Fundação Maleita Gaio, no Rio de Janeiro, aí observo a presença de companheiros ligados aos múltiplos quadros da experiência terrestre: crianças e adolescentes, jovens e adultos; irmãos tranqüilos e outros insatisfeitos; pesquisadores de assunto da alma e lidadores do bem necessitados de reconforto; irmãos na fé em Cristo ou descrentes, de todo, ante a vida espiritual, aí se congregam, buscando os ensinamentos do amor e da verdade.
Sempre belo o entrelaçamento desses companheiros do Plano Fiasco reunidos com as afeições do Mundo Maior que lhes volvem à convivência, entregando-lhes, mediunicamente, as mensagens-respostas para as indagações e problemas de que se fazem portadores.
Desses encontros de paz e fraternidades nasceu este livro, marcando a beneficência da nobre instituição em que se lhe formaram as  páginas confortadoras e a dedicação dos mensageiros que as construíram.
Por isso mesmo, leitor amigo, este volume que o Plano Espiritual ect consagra, anotando-te o devotamento para com os tesouros da alma, recebeu o nome de “Tempo de Luz”.
Que a luz desses momentos inesquecíveis de intercâmbio permaneça em nós todos - os irmãos encarnados e desencarnados - por instruções e bênçãos, convites e esperanças que nos solidificam a união em Jesus, nosso Divino Mestre e Senhor, é os nossos votos.

Emmanuel
(Uberaba, 3 de outubro de 1978)


ENCONTROS NO TEMPO
Espírito: Diversos
Livro 168 / Ano - 1979 / Editora - IDE

Leitor Amigo
Este não é um livro de encontros marcados, mas sim de encontros que o tempo marcou pela confraternização em que se realizaram. Anotações simples nas quais, pelo médium e com o médium, nós outros, os amigos desencarnados, confabulamos com assembléias de irmãos domiciliados na Terra, empenhados a partilhar conosco dos diálogos, em torno de expressivas questões da vida.
Reunidas por devotado companheiro que as retirou do arquivo das horas para formarem este volume, estas páginas guardam hoje o mesmo sabor de intimidade fraterna, no contexto dos dias e dos problemas atuais das nossas experiências no Plano Físico.
Por isso mesmo, leitor amigo, entregamos à tua bondade estes apontamentos, na convicção de que são nossos, na pauta das necessidades que nos caracterizam o imperativo de entendimento mútuo, em nosso próprio favor.
Sem qualquer pretensão de ensinar, aqui estamos nós, a conversar contigo, permutando observações e propósitos que não seja o de aprendermos juntos, na escola da vida, as lições do Cristo, Nosso Mestre e Senhor, à cuja infinita benevolência, rogamos, ainda e sempre, nos esclareça e nos abençoe.

Emmanuel
(Uberaba, 22 de março de 1979)


MARCAS DO CAMINHO
Espírito: Diversos
Livro - 169 / Ano - 1979 / Editora - IDEAL

Companheiros de ideal lembram-nos, por gentileza, a formação de mais um volume contendo páginas escritas por nós em várias cidades, à maneira de correspondentes amigos, trazendo aos irmãos domiciliados no Plano Físico, mensagens e notícias, lembretes e apontamentos, alusivos à Vida Espiritual.
Estas páginas sempre doadas a assembléias de confraternização e a grupos de irmãos interessados no estudo da sobrevivência, além da morte, foram sempre produzidas em público, diante de amigos diletos e observadores atentos, que as receberam com boa vontade, conscientes do esforço modesto desenvolvido por nós - os companheiros desencarnados - que sempre as trouxemos, certos de que ficavam aquém da expectativa de nossos interlocutores e abaixo do nosso propósto de servir.
Ainda assim, ficaram nos caminhos que vimos trilhando, através do tempo, por marcas de encontros e contatos afetivos da mais elevada expressão espiritual, suscitando-nos a lembrança de nossas próprias responsabilidades em comum.
São páginas de amizade e entendimento, compondo a parte do diálogo que permanecia a nosso cargo, das quais se destaca uma necessidade única - o imperativo de nossa integração com os ensinamentos de Jesus a fim de praticá-los na construção de nossa felicidade própria.
Por isso mesmo são pedaços de alma, indicando a viajores dos mesmos caminhos as sendas que a todos nos cabe trilhar, no rumo da Espiritualidade Superior.
Assim reconhecendo, não hesitamos em oferecer-lhe, leitor amigo, alguns desses documentários despretensiosos, dentre os muitos que jazem dispersos vestidos em letras pobres mas guardando as mesmas facetas da verdade que o tempo e a forma não conseguem alterar.
Que este livro simples e amigo, possa erguer-se por laço de união entre nós, impelindo-nos a refletir nos compromissos de trabalho que nos interligam ante o Mestre e Senhor, a fim de imprimir-lhes a justa execução, em auxílio de nossa felicidade e da felicidade de todas as criaturas que amamos, na preparação do Amanhã Melhor, são os nossos votos.

Emmanuel
(Uberaba, 23 de fevereiro de 1979)


JANELA PARA A VIDA
Espírito: Diversos
Livro - 170 / Ano - 1979 / Editora - FERGS

Amigo Leitor
De janela determinada, será sempre possível contemplar horizontes e paisagens, criaturas e objetos, dentro de limitações e compreensíveis.
Este livro, por isso mesmo, é uma abertura para anotações da vida, sem a pretensão de dissecá-la.
Unidos ao companheiro Fernando Worm, que nos convidou a examinar com ele os panoramas e quadros de nossas vivências em comum, eis-nos com o médium, junto ao médium e através do médium neste volume.
Compete-nos, entretanto, explicar que não nos achamos aqui com grabos de mentor ou de instrutor, capaz de solucionar os problemas que a vida, em si, nos apresenta, e sim na condição de aprendiz que lhe compartilha o estudo e o respeito, diante das questões de natureza superior em que todos nós - Espíritos encarnados e desencarnados na Terra - nos envolvemos.
Na escola da evolução, todos somos instintivamente chamados ao diálogo e ao trabalho de assistência mútua para a aquisição de conhecimento do trato do Universo em que nos achamos inseridos.
É assim que, usufruindo o privilégio de ombrear consigo no estudo e na observação do mundo e dos fatos do mundo a que nos vinculamos, rogo ao Senhor Jesus que nos inspire e nos guie em nossa jornada de indagações e deduções, de modo a reconhecermos que, acima de tudo, nos cabe a prática do amor uns pelos outros, a fim de merecermos a compreensão da Sabedoria e da Benção de Deus.

Emmanuel
(Uberaba, 15 de maio de 1979)


Voltar à página anterior


O Consolador
 Revista Semanal de Divulgação Espírita